domingo, 19 de maio de 2013

Escritores da Liberdade



Título Original:  Freedom Writers
Título no Brasil:  Escritores da Liberdade
Direção: Richard LaGravenese
Produção: Danny DeVito, Michael Shamberg, Stacey Sher
Roteiro: Richard LaGravenese
Fotografia: Jim Denault
Trilha Sonora: Mark Isham, RZA
Duração: 123 min.
Ano: 2007
País: EUA
Gênero: Drama
Estúdio: Paramount Pictures / MTV Films / Jersey Films
Classificação: Livre


O filme conta a história da professora Erin Gruwell que começa a dar aulas em uma turma de alunos problemáticos que são divididos em gangues e etnias. A professora novata decide ajudá-los, mesmo não contando com a ajuda dos outros professores e da direção da escola.

Erin Gruwell começou a fazer algumas atividades na tentativa de envolver os alunos a fim de que estes se identificassem e tivessem maior interesse pelas aulas. Ela criou um projeto para que seus alunos lessem “O Diário de Anne Frank” e que, após a leitura, fizessem seu próprio diário, contando tudo que quisessem: seus sentimentos, pensamentos, o que já havia se passado na vida deles, o que sonhavam.
Ao ler os diários, Erin reforçou a ideia de não desistir de seus alunos e como a escola não emprestaria nenhum livro a eles, ela arrumou um segundo emprego para comprar os livros e depois um terceiro emprego para pagar as viagens culturais com a classe.
Depois que os alunos leram o livro “O Diário de Anne Frank”, ela pediu que eles escrevessem uma carta para a mulher que protegeu Anne Frank. Os alunos ficaram empolgados e arrecadaram fundos para pagar as despesas da mulher.
Os alunos uniram suas histórias e fizeram um livro.

Opinião
O surpreendente deste filme não é somente o fato de ser baseado em fatos reais, mas a profundidade da reflexão que nos remete a história da educadora que fez a diferença, e dos educandos, que tanto ensinaram e aprenderam.
Disposta a superar os desafios a professora inexperiente, porém cheia de convicções  luta contra um sistema tradicionalista de ensino, contra uma direção e colegas fechados, dispostos a continuarem sua prática meramente bancária.
Como se não bastasse à classe em que deve atuar é composta de alunos problemáticos, com histórico de violência e indisciplina.
Com a intenção de fazer o seu trabalho da melhor maneira possível a professora enfrenta as dificuldades a fim de concretizar seu objetivo. Com paciência e competência ela faz o que poucos se atreveriam e de uma maneira empolgante envolve os alunos e lhes ensina o poder do coletivo. E o grupo que antes se dizia dividido, une-se para viver uma experiência que ganharia o mundo todo. (O livro Escritores da Liberdade foi lançado, mas até pouco tempo não havia tradução para a língua portuguesa).
Através do filme é possível vislumbrar o fazer com excelência, e a paixão que existe em alguns educadores.
É um filme que deve ser visto por todos e obrigatoriamente por cada educador, a fim de que reflita sobre sua prática e sobre o sistema não só de ensino, mas de sociedade a que estamos inseridos.
São muitas histórias resumidas neste trabalho, e a certeza de que é possível, sim, fazer a diferença onde estamos.
Classifico o filme como incrível, e recomendo muito, para todos!

Trailer


Nenhum comentário:

Postar um comentário